“Dançar cura a tristeza, melhora o humor, aquece o corpo e apaga qualquer dor “ – Autor desconhecido

A dança existe desde o início da humanidade, os grupos tibeis usavam a dança para se comunicar e também para comemorar algumas datas e acontecimentos. Junto com a evolução do homem houve transformações sociais e começaram a aparecer diferentes jeitos de dançar.

Recentemente estudos vêem mostrando a importância e os benefícios que esse gênero traz. Dentre as varias modalidades, temos a dança fitness que segue a linha da atividade física, nela os movimentos são elaborados com o objetivo de exercitar e queimar calorias de um jeito diferente e divertido.

A dança além de promover a perda de peso, melhora o condicionamento físico, coordenação, ritmo, equilíbrio e fortalece a musculatura, ela permite a expressão do corpo e possibilita a liberação de emoções reprimida, afastando os sentimentos de isolamento, característicos da depressão. Outro motivo da dança estar associada ao prazer é a produção de substancias hormonais que atuam no sistema nervoso. Esses neurotransmissores são responsáveis por levar o corpo a um elevado estado de satisfação.

A cada passo e coreografia aprendida, uma etapa é superada. Este exercício de superação e autoconfiança  que aumenta a auto-estima, refletindo em outras áreas da vida. Divertindo-se, você ainda trabalha a timidez tornando mais sociável.

Diferente de qualquer outro tipo de atividade física, não existe limite de idade para começar. Pode ser homem, mulher, pé torto ou até mesmo o famoso dois pés esquerdos, mas a verdade é que não existe nenhuma razão que impeça alguém de dançar.

E ai, está esperando o que para começar  a dançar? 

Prof. Aline Brogio

Pin It on Pinterest